Mercado Mundial traz boa espectativa para o valor do @ bovina em 2024

Escrito por: Sustennutri

Adaptado por Zootecnista Henrique Costa Filho, MSc

Consultor Técnico Sustennutri

Fonte: Farmnews e Li para Você

A exportação mundial de carne bovina deve subir em 2024, alcançando 11,91 milhões de toneladas em equivalente carcaça, alta de 1,49% frente a expectativa para 2023 (11,74 milhões de toneladas).

O USDA revisou, em outubro de 2023, os dados esperados de exportação de carne bovina no mundo e entre os principais países, mostrando uma expectativa de alta para 2024.

A Tabela abaixo apresenta os dados de exportação de carne bovina, em milhões de toneladas em equivalente carcaça, total e por país exportador, entre 2019 e a expectativa para 2024, segundo dados do USDA de outubro de 2023.

Apesar da previsão de alta em 2024, o valor deve seguir abaixo do recorde de 2022, quando a exportação mundial de carne bovina alcançou 12,03 milhões de toneladas.

E entre os principais países exportadores de carne bovina, o Brasil deve seguir como destaque em 2024, com crescimento frente a 2023 e comercializando 2,85 milhões de toneladas em equivalente carcaça. Caso os dados para 2024 se confirmem, a exportação de carne bovina brasileira acumulará crescimento de 23,16% em relação ao valor praticado em 2019 (2,31 milhões de toneladas).

Além do Brasil, a Austrália deve apresentar alta nas vendas em 2024, somando 1,60 milhões de toneladas em equivalente carcaça e se consolidando como o segundo maior exportador mundial, à frente da Índia (1,46 milhões de toneladas) e dos EUA (1,29 milhões de toneladas).

Os EUA, aliás, devem acumular queda nas vendas de carne bovina para o mercado internacional pelo segundo ano consecutivo em 2024, o menor patamar dos últimos anos, como destacam os dados da tabela acima.

Importador paga menos

Mas existem ainda fatores a serem considerados nessa expectativa de um melhor valor na @ bovina. Um dos principais desafios enfrentados pelo mercado de exportações de carne bovina em 2023 foram os preços praticados pelos importadores. Na China, o principal importador brasileiro, os preços médios caíram consideravelmente, registrando uma queda de 27,6% no acumulado até setembro. Os valores por tonelada passaram de US$ 6.700 em 2022 para US$ 4,850 em 2023. Já nas exportações para os Estados Unidos, o segundo maior importador de carne bovina brasileira, os preços médios caíram 36,5%, de US$ 5.680 por tonelada em 2022 para US$ 3.610 por tonelada até setembro de 2023. Ou seja, temos quase US$ 2.000 a menos no valor da tonelada de carne bovina exportada, algo que não tem ocorrido no mercado interno, pelo menos ao consumidor.

Saiba mais sobre

as últimas notícias

Índice de Custo de Produção de Bovinos Confinados – ICBC

Adaptado por Zootecnista Henrique Costa Filho, MSc Consultor...

Sustennutri destaca-se na 11ª RRS em novo espaço e com Campanha Show de Prêmios

Considerada uma das maiores feiras de Agronegócios do...

#00 - Título do Podcast

08/01/2024

Convidados: Nome Sobrenome e Nome Sobrenome

Título da Matéria

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. Amet viverra mauris viverra interdum feugiat orci tellus sit amet. Imperdiet neque…

Siga

a gente nas redes sociais

plugins premium WordPress

Saiba onde comprar

nossos produtos