Mercado Mundial traz boa espectativa para o valor do @ bovina em 2024

Escrito por: Sustennutri

Adaptado por Zootecnista Henrique Costa Filho, MSc

Consultor Técnico Sustennutri

Fonte: Farmnews e Li para Você

A exportação mundial de carne bovina deve subir em 2024, alcançando 11,91 milhões de toneladas em equivalente carcaça, alta de 1,49% frente a expectativa para 2023 (11,74 milhões de toneladas).

O USDA revisou, em outubro de 2023, os dados esperados de exportação de carne bovina no mundo e entre os principais países, mostrando uma expectativa de alta para 2024.

A Tabela abaixo apresenta os dados de exportação de carne bovina, em milhões de toneladas em equivalente carcaça, total e por país exportador, entre 2019 e a expectativa para 2024, segundo dados do USDA de outubro de 2023.

Apesar da previsão de alta em 2024, o valor deve seguir abaixo do recorde de 2022, quando a exportação mundial de carne bovina alcançou 12,03 milhões de toneladas.

E entre os principais países exportadores de carne bovina, o Brasil deve seguir como destaque em 2024, com crescimento frente a 2023 e comercializando 2,85 milhões de toneladas em equivalente carcaça. Caso os dados para 2024 se confirmem, a exportação de carne bovina brasileira acumulará crescimento de 23,16% em relação ao valor praticado em 2019 (2,31 milhões de toneladas).

Além do Brasil, a Austrália deve apresentar alta nas vendas em 2024, somando 1,60 milhões de toneladas em equivalente carcaça e se consolidando como o segundo maior exportador mundial, à frente da Índia (1,46 milhões de toneladas) e dos EUA (1,29 milhões de toneladas).

Os EUA, aliás, devem acumular queda nas vendas de carne bovina para o mercado internacional pelo segundo ano consecutivo em 2024, o menor patamar dos últimos anos, como destacam os dados da tabela acima.

Importador paga menos

Mas existem ainda fatores a serem considerados nessa expectativa de um melhor valor na @ bovina. Um dos principais desafios enfrentados pelo mercado de exportações de carne bovina em 2023 foram os preços praticados pelos importadores. Na China, o principal importador brasileiro, os preços médios caíram consideravelmente, registrando uma queda de 27,6% no acumulado até setembro. Os valores por tonelada passaram de US$ 6.700 em 2022 para US$ 4,850 em 2023. Já nas exportações para os Estados Unidos, o segundo maior importador de carne bovina brasileira, os preços médios caíram 36,5%, de US$ 5.680 por tonelada em 2022 para US$ 3.610 por tonelada até setembro de 2023. Ou seja, temos quase US$ 2.000 a menos no valor da tonelada de carne bovina exportada, algo que não tem ocorrido no mercado interno, pelo menos ao consumidor.

Saiba mais sobre

as últimas notícias

Agronegócio: Rentabilidade e Expectativa para o Mercado Agropecuário

Por Zootecnista Henrique Costa Filho, MScConsultor Técnico SustennutriFonte:...

Garantindo o melhor para os seus grãos.

Secagem e Armazenamento de grãos Garanta a qualidade...

#00 - Título do Podcast

08/01/2024

Convidados: Nome Sobrenome e Nome Sobrenome

Título da Matéria

Lorem ipsum dolor sit amet consectetur. Amet viverra mauris viverra interdum feugiat orci tellus sit amet. Imperdiet neque…

Siga

a gente nas redes sociais

The access token could not be decrypted. Your access token is currently invalid. Please re-authorize your Instagram account.

plugins premium WordPress

Saiba onde comprar

nossos produtos